sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Estou preocupada...

... comigo...
Sim, comigo e com os meu pensamentos...
Por exemplo, acho que hoje seria um excelente dia para mandar o meu patrão para o §#$%&"#...

Depois pensei que também seria um excelente dia para o atropelar... mas como ele sai sempre bem mais cedo do que eu, seria um bocadinho dificil concretizar esta ideia... e também gosto em demasia do meu carrinho para o sujeitar a tal acto...

Enfim... vou mas é jogar no Euromilhões para que, quiçá, a primeira hipótese possa tornar-se realidade...

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Trust...

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Encruzilhada…

Não está fácil… não está mesmo nada fácil…

Estes últimos dias (para não dizer anos) têm sido complicados… muito trabalho, ambiente pesado em casa com uma discussão que me colocou numa encruzilhada daquelas… após muita reflexão, continuo indecisa…

Tenho 28 anos e ainda vivo com os meus pais… não sinto vergonha nenhuma nisso, mas confesso que preciso mesmo do meu espaço… Pormenores: a minha Mãe é espectacular, mas o homem que se diz meu pai não é espectacular… é precisamente o oposto, com o vicio do álcool, nunca soube dar apoio nas horas difíceis (e acreditem que já tive umas mesmo muito complicadas em termos de saúde) mas sempre esteve presente para humilhar e maltratar…

Há cinco anos atrás, a minha irmã saiu de casa… se as coisas eram ruins nessa altura, a partir daí parece que ainda pioraram… Acontece que já não consigo viver mais nesta situação, mas fico em pânico com a ideia de deixar a minha Mãe sozinha com ele… Já tentámos de tudo… nunca lhe faltou apoio para deixar o vício e, se calhar, foi esse o nosso maior erro… colocá-lo fora de casa, não é uma opção para a minha Mãe, pois ele está desempregado e, apesar de tudo, ama-o e não consegue deixá-lo desamparado…

Acontece que ele é um LORD, tem os “amigos” que lhe pagam algumas das noitadas, outras sabemos que fica a dever, depois pede perdão como se tudo ficasse esquecido e resolvido com um simples pedido de desculpas… Em contrapartida, eu e a minha Mãe pagamos todas as despesas da casa, enquanto ele fica em casa a reclamar que é um pobre diabo e que ninguém o entende…
Mas eu entendo-o… oh se entendo… é um ingrato… um alcoólico… manipulador… com muita crueldade naquele coração (se é que o tem)
Nesta última discussão, optei por gritar “ESTOU FARTA!” até me doer as cordas vocais… CHEGA!!! Nunca o maltratei, nunca na vida lhe disse na cara o que ele realmente é… quando tinha as suas ressacas, estive sempre com uma chávena de chá e nenhuma palavra reprovadora… cheguei mesmo a faltar à faculdade para ir buscá-lo completamente bêbado e perdido numa rua em Lisboa cujo endereço soube por uma pessoa que me ditou por telefone…

E sem dar por isso transformei-me na mãe do meu pai… Preocupada, com um nó no estômago e sem dormir, com as vezes em que eram já 08h00 e não sabíamos dele…
Anos e anos de sofrimento…
Anos e anos de desculpas e “Foi a última vez, filha…”
Agora, vigora em casa o “silêncio”, ninguém fala com ele… mas isso não resolverá nada… eu sei disso e a minha Mãe também, mas ela nega-o…
ESTOU FARTA!!! Sinto que estou a dar em maluca… Já comecei a procurar casas, mas não consigo sair de casa com a prestação do carro… comprei-o faz um ano e meio e falta-me mais um ano e meio para terminar a prestação, pois para pagar apenas em 3 anos, digamos que a mesma quase que parece a prestação de um T0.… trabalhei tanto para o ter e faz-me falta no dia-a-dia mas estou mesmo a considerar a hipótese de colocá-lo à venda… não sei se aguento mais um ano e meio naquela casa…
Estou de rastos…

Numa verdadeira encruzilhada…

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Acordei como o tempo...

... as minhas lágrimas ---> a chuva...
... o vazio no coração ---> a ausência de luz neste dia frio...

Assim acordei... Após um pesadelo que recuso descrever pois receio que ao escrever tais palavras, estas o convertam em realidade...

Detesto sentir-me assim... consumida por pensamentos, imagens tão reais que me confundem ao ponto de questionar se, de facto, tal não aconteceu...
Desde miúda que me recordo dos meus sonhos/pesadelos... o que eu dava para apenas adormecer e fazer "off"... finalmente descansar na sua plenitude...
Mas, nestes precisos momentos, não me posso esquecer e faço questão de me lembrar dos sonhos bons , daqueles que me reconfortam o espírito...

Não consigo deixar de pensar neste tempo... estou mesmo farta do frio e da chuva... nunca me senti tão afectada pela ausência do Sol...
Com alguma sorte, consigo sonhar que estou num lugar edénico, bem longe desta humidade e tristeza...

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

É só impressão minha ou...

... o chá feito com água aquecida no microondas fica com um sabor estranho?!

Como adoro chá, confesso que prefiro prepará-lo da maneira tradicional...

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Para ti...


Alexander McQueen...

Como qualquer outro bom estilista, tinha peças verdadeiramente lindas e outras simplesmente “incompreensíveis”… contudo, devo admitir que, boa parte das vezes, gostei das suas excentricidades e, sem sombra de dúvidas, que McQueen deu um novo significado à expressão mise-en-scéne
Os seus desfiles eram surreais e únicos em termos de performance e cenários …
We shall miss you…

R.I.P. Alexander McQueen
1969-2010


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Quote #2 - Audrey Hepburn

I believe in pink.
I believe that laughing is the best calorie burner.
I believe in kissing,
kissing a lot.
I believe in being strong
when everything seems
to be going wrong.
I believe that happy girls
are the prettiest girls.
I believe that tomorrow
is another day and
I believe in miracles.

Audrey Hepburn

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

OMG!!!

Eles estão de volta!!!
YES!!!

Dia dos Namorados...

Nunca liguei e não é agora que vou ligar (e namorado todo feliz com o facto).
Mas achei fofa a imagem escolhida pelo Google...


;)